Outra data para relembrar – sem alegria

Um ano sem Solange Fátima – e nada de respostas

Há um ano Lucas do Rio Verde presenciava um crime terrível. Alguns outros envolvendo pessoas conhecidas como Diogo Nunes, ou não, foram esclarecidos. Focamos nos que não apresentam solução até o momento. A perda da menina Alexia é acentuada com a comprovação, mas não a prisão. Nesse, a ex-professora da rede municipal e estadual e servidora do Instituto Nacional de Seguridade Social, Solange Fátima, foi assassinada em frente ao Paço Municipal, quando estava próxima ao ex-marido e aos filhos. O ex-marido esteve sempre prestando informações, mas até agora nada de concreto. A sociedade cobra respostas, assim como as duas famílias envolvidas. O crime cometido contra os que ficaram todos conhecem, mas a pedido do pai não iremos comentar sobre a questão dos filhos. No momento, não há suspeitos, não há provas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s