CASO ANA CAROLINA

O IMPORTANTE É PROVAR E CONDENAR.

INVESTIGAR CORRETAMENTE É O LEMA.

QUANDO ENVOLVE CRIANÇAS,

DEVE HAVER PRIORIDADE TOTAL.

JÁ TEMOS OUTROS CASOS PARADOS,

COM VIDAS DE CRIANÇAS ESPERANDO.

Usuários tentaram atrapalhar a

Polícia no caso Ana Carolina

Por Redação em 08 de Janeiro de 2015 ás 05:44

As investigações sobre a morte da pequena Ana Carolina Feitosa continuam por parte da Polícia Civil de Lucas. A menor fora vista pela ultima vez com vida em 18 de dezembro, à noite, nas imediações da Praça dos Migrantes, no Centro da cidade.

A afirmação foi feita por uma testemunha que teria visto a criança sozinha, e depois em companhia de um individuo, que se identificou como Piauí, amigo do pai da menina, que a levaria para casa.

Piauí, ou Rogério da Silva, era freqüentador da casa da avó da menina, e afirmou em entrevista que ia à residência, no Bairro Veneza, para consumir drogas. Quando a menor desapareceu, Piauí também ficou afastado por alguns dias, e quando retornou, tinha marcas de arranhões, além de usar óculos escuros, o que não fazia habitualmente.

As investigações apontaram para Rogério como o principal suspeito da morte da criança, cujo corpo foi encontrado preso nas margens do Rio Verde 9 dias depois do desaparecimento. O estado de decomposição avançado prejudicou o trabalho pericial, afinal era preciso definir se houve abuso sexual contra a menor.

Outro fato que chamou a atenção é que nos primeiros momentos de busca, alguns usuários teriam afirmado tanto à Polícia quanto em conversas com parentes, que o suspeito de matar Ana Carolina era mesmo Piauí.

Até mesmo os usuários estariam indignados com a situação, mas alegaram que já tinham encontrado o homem e matado. Porem, Rogério Piauí foi preso pela Polícia Militar na Praça dos Migrantes, e apesar de negar ter feito mal à criança, os indícios contra ele são muito fortes.

A manobra dos seus “companheiros” de droga, que diziam ter matado o acusado, pode ser considerada mais uma tentativa de ludibriar a polícia, possibilitando a fuga de Piauí. Com a prisão decretada, Piauí foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisório de Lucas, para que as investigações sigam o seu curso normal.

http://www.leialucas.com.br/noticias/Lucas-do-rio-verde/7007/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s